terça-feira, 31 de agosto de 2010


"Ainda vou te levar pra outro lugar,
Além do sol do mar
Onde eu possa te ter, te amar.
O tempo vai ser maior

Não te quero assim tão longe
Tanto quanto o céu do mar
Quero ter você mais perto
Certo, pronto pra te amar.

Ainda vou te levar pra outro lugar,
Além do sol do mar
Onde eu possa te ter, te amar.
O tempo vai ser maior

Quero ter o teu encanto
Tanto, pra me enfeitiçar
Quero ter você mais...
Perto, pra poder te amar."

Detonautas

sábado, 28 de agosto de 2010

Super Monstro


Toda minha vida eu senti que faltava algo, não material, mas algo que me fizesse uma criança,adolescente e adulta completa.O que é eu não sei, só sei que vivo a procurar e nessa procura acabo ficando triste e magoando as pessoas que gosto.
Eu sempre me sinto em um palco sendo observada, como se a platéia sempre esperasse mais de mim, uma cena mais engraçada ou um empenho melhor, mas no final todos vão na bilheteria pedir seu dinheiro de volta.
A SUPER ALINE não existe, nem nunca existiu. O sonho seria conseguir o aplauso de todos no final do esptáculo, mas o que vejo é frustração.
A SUPER ALINE virou um monstro inútil que cansou de errar e de procurar eu não sei o que,talvez seja a admiração da platéia ou de duas pessoas se quer já estaria ótimo.
Não quero ser a SUPER ALINE porque super não chora, na verdade é esse monstro que me faz ser humana e não ter vergonha de chorar com a alma. O Monstro não precisa provar nada pra ninguém ,afinal ele já é um monstro e tem o direito de chorar e ERRAR. Ele sonha em ser um monstro admirável invés de inútil. Os mostros tentam com todas as forças ser alguém,dar orgulho pra platéia, ser SUPER...ah mas super não chora, vai ver por isso nunca serei uma SUPER!
Ser um monstro inútil dói, melhor é estar no palco com todos aplaudindo , mas do que adianta se lá no fundinho sempre falta algo? Será uma cicatriz aberta? Só sei de uma coisa... O Super Monstro não desiste nunca de ser feliz!Ah...o monstro tem suas contradições...não esqueça!

A.P.G

segunda-feira, 23 de agosto de 2010


A Pessoa Errada - Luis Fernando Veríssimo

Pensando bem, em tudo o que a gente vê, e vivencia, e ouve e pensa, não existe uma pessoa certa pra gente. Existe uma pessoa, que se você for parar pra pensar, é na verdade, a pessoa errada. Porque a pessoa certa faz tudo certinho: chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas.Mas nem sempre precisamos das coisas certas. Aí é a hora de procurar a pessoa errada. A pessoa errada te faz perder a cabeça, fazer loucuras, perder a hora, morrer de amor. A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar, que é para na hora que vocês se encontrarem a entrega seja muito mais verdadeira.A pessoa errada, é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa. Essa pessoa vai te fazer chorar, mas uma hora depois vai estar enxugando suas lagrimas, essa pessoa vai tirar seu sono, mas vai te dar em troca uma inesquecível noite de amor. Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado, mas vai estar toda a vida esperando você.A pessoa errada tem que aparecer para todo mundo, porque a vida não é certa, nada aqui é certo. O certo mesmo é que temos que viver cada momento, cada segundo amando, sorrindo, chorando, pensando, agindo, querendo e conseguindo. Só assim, é possível chegar aquele momento do dia em que a gente diz: "Graças a Deus, deu tudo certo!", quando na verdade, tudo o que Ele quer, é que a gente encontre a pessoa errada, Para que as coisas comecem a realmente funcionar direito prá gente.
Nossa missão: Compreender o universo de cada ser humano, respeitar as diferenças, brindar as descobertas, buscar a evolução.

domingo, 22 de agosto de 2010

sábado, 21 de agosto de 2010





"Ontem chorei. Por tudo que fomos. Por tudo o que não conseguimos ser. Por tudo que se perdeu. Por termos nos perdido. Pelo que queríamos que fosse e não foi. Pela renúncia. Por valores não dados. Por erros cometidos. Acertos não comemorados. Palavras dissipadas.Versos brancos. Chorei pela guerra cotidiana. Pelas tentativas de sobrevivência. Pelos apelos de paz não atendidos. Pelo amor derramado. Pelo amor ofendido e aprisionado. Pelo amor perdido. Pelo respeito empoeirado em cima da estante. Pelo carinho esquecido junto das cartas envelhecidas no guarda- roupa. Pelos sonhos desafinados, estremecidos e adiados. Pela culpa. Toda a culpa. Minha. Sua. Nossa culpa. Por tudo que foi e voou. E não volta mais, pois que hoje é já outro dia. Chorei."

Caio Fernando de Abreu


Para atravessar Agosto

"Para atravessar agosto ter um amor seria importante

mas se você não conseguiu,
se a vida não deu, ou ele partiu - sem o menor pudor, invente um.
remoto ou acessível,
que você possa pensar nesse amor nas noites de agosto,
viajar por ilhas do Pacífico Sul,
Grécia, Cancún ou Miami,

Que se possa sonhar, isso é que conta,
com mãos dadas,
suspiros, juras, projetos,
abraços no convés à lua cheia,
brilhos na costa ao longe.
E beijos, muitos. Bem molhados.
Não lembrar dos que se foram,
não desejar o que não se tem
e talvez nem se terá,
não discutir, nem vingar-se,
e temperar tudo isso com chás,
de preferência ingleses,
cristais de gengibre, gotas de codeína,
se a barra pesar, vinhos, conhaques -
tudo isso ajuda a atravessar agosto."

Caio Fernando de Abreu

A Saudade...


A desconfiança do inacabado
O medo da solidão
A tristeza da saudade
A alegria do reencontro
O desabafo com a pessoa amada
O disparar de um coração carente
Esperando teu abraço envolvente.

A esperança ao acordar de manhã
A felicidade ao tentar
Um dia reencontrar
A pessoa que nunca esqueceu
O olhar penetrante
O sorriso radiante
Que em minha vida já apareceu.

Puro brilho ou apenas simplicidade?
Comparável não
A pessoa incomparável
A menina meiga ao sorrir
A mulher decidida ao tentar
O sucesso sempre ao acreditar
Que um dia irei reencontrar.

Ontem nem nos falávamos
Hoje os desencontros nos impedem
Amanhã não saberemos o que irá acontecer
Mas onde se quer que estejamos a viver
Do teu brilho radiante nunca irei esquecer.
Autor: Róger Walteman Gomes

segunda-feira, 16 de agosto de 2010





Não consigo odiar ninguém
(Gessinger/Fonseca/Ayala/Aranha/Pedro A.)

Não quero seduzir teu coração turista
não quero te vender o meu ponto de vista
eu tive um sonho e há muito não sonhava
lembranças do futuro que a gente imaginava
nem sempre foi assim, outro mundo é possível
pode até ser o fim mas será que é inevitável?

não vá dizer que eu estou ficando louco
só por que não consigo odiar ninguém
do goleiro ao centroavante
do juiz ao presidente
eu não consigo odiar ninguém

o tempo parou feito fotografia
amarelou tudo que não se movia
o tempo passou, claro que passaria
como passam as vontades que voltam no outro dia

não vá dizer que eu estou ficando louco
só por que não consigo odiar ninguém
do goleiro ao centroavante
do juiz ao presidente
eu não consigo odiar ninguém

eu tive um sonho, o mesmo do outro dia
lembranças do futuro que a gente merecia

não vá dizer que eu estou ficando louco
só por que não consigo odiar ninguém
do goleiro ao centroavante
do juiz ao presidente

eu não consigo odiar ninguém...

sábado, 7 de agosto de 2010

Eu tava pensando.......


Impossível sentir saudades do que nunca se teve!
A.P.G

My love



Estar apaixonado pode ser muito engraçado
A gente fica sem noção
Estar apaixonado às vezes fica perigoso
Mas quem vai controlar a emoção

Estar apaixonado é viver sorrindo
Cantarolar assobiar uma canção
É mostrar pro mundo o quanto é lindo o amor
Que sinto no coração

Vem buscar o que é teu
Tudo que eu fiz foi por nós dois
Eu guardei seu lugar traz de volta a alegria
Vem buscar o que é teu
Juro não me canso de esperar
Vamos comemorar hoje é um grande dia

Vem Buscar O Que é Teu-Inimigos da HP